| Austral no Atacama - Diário de Bordo: Curitiba a Salta |



Viajar é sempre um bom investimento para conhecer novas culturas e novos lugares. Poder fazer uma longa viagem pela estrada é ainda mais recompensador, além de você controlar o seu itinerário, conhecerá lugares incríveis que você não fazia ideia que existiam. A viagem para o Atacama sempre foi um sonho e ir de carro era obrigatório. O objetivo era o deserto mais seco do mundo, mas conhecer e explorar o norte argentino foi igualmente recompensador. A viagem aconteceu entre os dias 09 e 20 de novembro, em 2015. Fizemos um diário de bordo no Instagram e Snapchat, à medida que a viagem estava acontecendo. Agora trazemos o diário de bordo completo, com as rotas que fizemos através do Google Maps (basta clicar em cima de cada rota) e os lugares que mais nos impressionaram. Espero que esse post seja de inspiração para você que pretende explorar esse continente amado. Divirta-se.

| dia 01 | Curitiba, BR - Posadas, AR

O primeiro dia da jornada foi bastante esperado. Um misto de emoções que aparecem quando você está realizando um sonho. Mal consegui dormir, depois de ter participado da Semana D, com o coletivo Atmosfera 935, que acabou um dia antes da viagem. A ansiedade era alta e partiríamos logo que o sol nascesse. Malas prontas e às 6h da manhã começávamos a nossa pequena Expedição.


Fomos rumo ao oeste paranaense, passando por cidades como Pato Branco, até chegar na cidade fronteiriça Barracão (a metade argentina tem o nome de Bernardo de Irigoyen), entre as divisas do Paraná, santa catarina e Argentina. Paramos para almoçar e vislumbrar a vista cheia de morros verdes, característica da região. Ao passar a fronteira e fazer a entrada pela Aduana Argentina começamos a sentir de fato o gosto da viagem: matar as saudades de falar espanhol e estar em território de nuestros hermanos. Pegamos um trecho da estrada nova que estavam construindo em barro, aproximadamente 30km, o que foi bom para testar o carro. Apesar desse trecho novo, a Argentina possui estradas de asfalto muito bem construídas e em perfeito estado por todo o seu território.


Chegamos em Posadas no final da tarde, após 850km percorridos. A cidade faz fronteira da Argentina com o Paraguai e é banhada pelo rio Paraná. é uma cidade pequena bastante agradável e aparenta ter uma boa qualidade de vida entre seus habitantes. Aproveitamos o final da tarde para conhecermos a Av. Costanera e seus monumentos, como o Monumento a Andresito Guazurar (foto), que é bastante impressionante. Nos hospedamos em um hotel na Plaza 9 de Julio, onde fica a catedral e a Casa del gobierno de la provincia de misiones. Como toda cidade argentina, Posadas possui uma vida noturna intensa, se for sua primeira vez no país, não se assuste com o horário que os nativos costumam jantar, como às 23h.

rotas traçadas:

Lugares imperdíveis:

  • Monumento a Andresito Guazurarí

Av. Costanera. Posadas - Misiones, Argentina.

  • Plaza 9 de Julio

Calle San Martín e Calle Colón. Posadas - Misiones, Argentina.

| Dia 02 | Posadas, AR - Salta, AR


O percurso Entre Posadas e Salta é bastante extenso e a estrada parece uma reta infinita (Observe o mapa no final desse post). Não diria que foi o dia mais puxado, mas foi o segundo. Percorremos 1100km, onde prevalecem os pampas argentinos como paisagem. É um caminho um tanto quanto entediante a maior parte do tempo, salvo pelos campos floridos de girassóis.


De Posadas até a cidade de Corrientes, o caminho é curto e tranquilo. é aconselhável almoçar em corrientes, pois os outros vilarejos pelo caminho são bastante humildes e dificilmente irá encontrar algum lugar para fazer uma boa refeição. é Aconselhável também abastecer o carro por lá e se precaver pesquisando antes algum outro posto que possa ter pelo caminho. Não esqueça de trocar o dinheiro em algum câmbio, pois quanto mais simples o posto, mais chances de não aceitar cartão de crédito ou débito.


O clima não estava dos melhores, mas o ponto alto de nossa viagem foi poder salvar uma tartaruga que se encontrava no meio da estrada. o curioso é que essa foi a segunda vez que salvamos este animal, a primeira foi 10 anos atrás na primeira viagem que fizemos de carro para a patagônia, mas o local do salvamento foi em uma estrada no rio grande do sul.


Saímos às 10:25 de Posadas, passamos por Corrientes ao meio-dia e chegamos em Salta às 22h. Foi um dia bastante cansativo, afinal foram 12h diretas de estrada, mas chegar em Salta foi recompensador! A cidade possui uma arquitetura colonial hispânica, incrivelmente linda. Apesar de não ser a Colômbia, me senti em alguma história de gabriel garcia márquez. Nos hospedamos no Hotel Colonial salta, um prédio do século XIX que fica em frente a plaza 9 de julio, que é muito bem localizada e você encontra vários restaurantes perto, além do calçadão de comércio da cidade.

rotas traçadas:

Lugares imperdíveis:

  • Hotel Colonial Salta

Calle Zuviría,6 (em frente a praça 9 de Julio). Salta - Província de Salta, Argentina.

www.saltahotelcolonial.com.ar/

#Viagem #atacama #Argentina #AustralnoAtacama

111 visualizações

 Português 

 English 

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • Pinterest - White Circle

©2019 by Austral. Proudly created with Wix.com

contato@australacessorios.com.br

 

Austral

Rua Deputado Heitor Alencar Furtado, 3350, sala 503.

Campo Comprido

Curitiba - PR

Brasil

CNPJ 21.304.382/0001-17

google.com, pub-5732968196391863, DIRECT, f08c47fec0942fa0